Os City Passes ou Attraction Passes podem ser uma forma de poupar uns bons euros numa viagem. São basicamente passes turísticos comprados de antemão, antes de começar a viagem, que permitem entrar em vários museus e atrações. Alguns incluem também um transporte e permitem passar à frente nas filas (o que pode ser importante em cidades como Nova York).

Estes passes têm-se tornado cada vez mais populares ao longo dos anos e hoje a oferta é imensa, principalmente em grandes cidades. Utilizei alguns destes passes turísticos durante a minha viagem aos Estados Unidos – Em Nova York e Chicago – e trago-vos hoje uma análise das melhores ofertas que existem no mercado nos Estados Unidos.passes turísticos

1 – As maiores empresas de Passes Turísticos de Museus e Atrações nos EUA

Go Card da Smart Destinations 

A Smart Destinations disponibiliza o Go Card para várias cidades nos Estados Unidos: Boston, Chicago, Las Vegas, Los Angeles, Miami, Nova York, Oahu, Orlando, Santo Antonio, San Diego, São Francisco e Washington DC. Há também para a Califórnia e para a Flórida em geral.

Depois de escolhermos a cidade do nosso destino, há 3 opções:

All-Inclusive Pass: Nesta opção podemos entrar em todas as atrações disponibilizadas pela Smart Destinations e apenas temos de escolher o número de dias que vamos estar na cidade. Há passes de 1, 2, 3 e 5 dias. Este passe turístico é ideal para quem quer visitar MUITA coisa numa cidade, mas ainda não decidiu exatamente o quê. Como a oferta de atrações no passe é elevada, o que compensa mais são os passes de 3 e 5 dias. Por exemplo, o passe de 3 dias custa 160$ para Chicago e 115$ para São Francisco. O de 5 dias custa 190$ para Chicago e 150$ para São Francisco.

Explorer Pass / Pacote: Nesta opção, escolhemos apenas o número de atrações que queremos visitar na cidade em questão. O passe é válido durante 30 dias desde a primeira utilização e é ideal para os viajantes que apenas querem visitar alguns museus ou atrações e querem espaçar as visitas ao longo dos dias da viagem. Podem existir pacotes para 3, 4 ou 5 atrações, atividades ou museus. Para Nova York  3 atrações custa $77, em Chicago custam $72 e em São Francisco 65$.

Build Your Own Pass: Nesta opção, temos flexibilidade total. O passe turístico é também válido por 30 dias desde a primeira utilização. Para cada cidade, basta escolher especificamente o que queremos visitar. A partir de 2 atrações, atividades ou museus, já estamos a poupar 15% no preço de entrada. Com 3 atrações, poupamos 20% e com 4 poupamos 25%. Foi, aliás, esta a opção que eu escolhi quando visitei Nova York e Chicago o ano passado. 🙂

Para além do desconto no preço dos três passes acima, também poupamos algum tempo, já que, quando chegamos à cidade, não temos de perder tempo em algumas das filas para comprar bilhetes. Por exemplo, em Nova York, estas filas têm dezenas e dezenas de metros…

Com o Go Card, basta levar o voucher comprado online impresso ou em formato digital. No voucher encontram-se todas as instruções necessárias: o que levar, onde nos dirigir e condições. O normal é, em cada bilheteira, o voucher ser trocado por um bilhete.

CityPASS

Existem CityPASS para vários locais nos Estados Unidos: Atlanta, Boston, Chicago, Dallas, Houston, Nova York, Filadélfia, São Francisco, Seattle, Sul da Califórnia e Tampa Bay (Flórida).

Para cada uma das cidades disponibilizadas, a oferta é fixa. Ou seja, não podemos escolher os museus ou atrações que queremos ver e temos de nos restringir àquilo que nos é oferecido. E também temos de ter em conta aquilo que não é oferecido, o que pode ser uma desvantagem. O CityPASS é válido por 9 dias, a partir do primeiro dia de utilização e acaba por oferecer um grande desconto a quem visite todas as atrações disponibilizadas.

Por exemplo, para Nova York, se visitarmos todas as atrações, o desconto global é de 40%. As atrações incluídas são: Empire State Building, American Museum of Natural History, Metropolitan Museum of Art, Top of the Rock ou Guggenheim Museum, Statue of Liberty ou Circle Line Cruise, e 9/11 Museum ou Sea, Air & Space Museum. Tudo por 116$. É uma boa oferta, claro, mas, por exemplo o MoMA (que, para mim, era obrigatório) não está incluído neste passe.

Outra particularidade do CityPASS é que não funciona como um voucher. Trata-se de uma caderneta real de bilhetes e, por isso, a partir do momento que temos esta caderneta nas mãos, fugimos a todas as filas das bilheteiras. A expedição da caderneta para Portugal tem um custo de 24$ para Portugal ou 9.5$ para os Estados Unidos. Para o Brasil, não há envio. Em alternativa, podemos levantar ou adquirir a caderneta do CityPASS na primeira atração que visitarmos, na cidade que vamos visitar.

Dica: Se decidirem comprar apenas o CityPASS quando chegarem à vossa cidade de destino, optem por visitar primeiro uma atração menos popular para perderem menos tempo em filas. A partir do momento que tenham a caderneta, já vão poder fugir à filas das bilheteiras…

The New York Pass

Para Nova York existe também o The New York Pass. Este passe turístico oferece entrada para mais de 80 atrações, tours e museus por um determinado preço. Apenas temos de escolher o número de dias que vamos estar na cidade. Há passes para 1, 2, 3, 5, 7 e 10 dias seguidos. Este passe é ideal para quem quer visitar MUITA coisa numa cidade, mas ainda não decidiu exatamente o quê.

Como a oferta de atrações no passe é elevada, o que compensa mais são os passes de 3, 5 e 7 dias. Por exemplo, o passe de 3 dias custa $239, o de 5 dias $299 e o de 7 dias $339. Os preços são elevados, mas a oferta é quase ilimitada. Existem também descontos para quem encomende online. Este passe é ideal para quem esteja em Nova York pela primeira vez e esteja cheio de energia para visitar TUDO!

A expedição do The New York Pass para a Europa tem um custo de 25$ e $28 para o Brasil. Em alternativa, este passe turístico também pode ser adquirido ou levantado na chegada à cidade, sem nenhum custo adicional.

Finalmente, o passe disponibiliza também a opção Fast Track em 17 atrações, o que permite passar à frente nas filas e poupar bastante tempo!

 

2 – Mas como escolher o melhor dos Passes Turísticos?

Depois de uma oferta tão alargada de passes turísticos e diferentes opções e combinações, podemos ficar confusos. Então, como escolher passe que é mais apropriado para mim? Como escolher o passe em que posso poupar mais, para aquilo que quero ver?

Calma.

Primeiro, escolham de antemão o que querem ver. Se são organizados, antes de partirem para a vossa viagem já vão ter uma ideia dos locais que querem visitar.

Depois, verifiquem se os locais que querem visitar são oferecidos nos passes mencionados acima. Por exemplo, o MoMA não existe no CityPASS. O 9/11 Museum não é oferecido na Go Card da Smart Destinations. É tudo uma questão de preferências…

Comparem os passes com a oferta de atrações que melhor vos agrada e tenham em conta não apenas o preço, mas também a modalidade: é por número de dias seguidos? Ou têm um tempo mais alargado para ver as atrações? O passe permite fugir às filas? Que outras vantagens tem cada passe turístico?

No final, depois de encontrarem o passe mais apropriado para vocês, não se esqueçam de um último passo. Vão a cada um dos sites dos museus ou atrações que querem visitar e verifiquem por vocês os preços. É que muitos museus ou atrações podem ter dias gratuitos e/ou descontos para estudantes e reformados. Por exemplo, o American Museum of Natural History e o MET (ambos em Nova York) têm apenas como preço uma “doação sugerida”.

passes turísticos

3 – Simulação: Passe Turístico para Nova York

Fiz uma pequena simulação para vos ajudar a compara os preços entre os diferentes passes. Vamos a Nova York e queremos visitar: Empire State Building, American Museum of Natural History, MET e Top of the Rock.

Passe: PreçoValidade:Comentários
Go Card (Build Your Own Pass)$83,2530 diaspara estas atrações em específico.
Go Card (4 escolhas)$10530 diaspodemos alterar as atrações que escolhemos.
CityPASS$116

+ $24 em portes para Portugal

9 diaspodemos visitar mais 2 atrações específicas do passe.
 The New York Pass$189 (ou $160,65 se aproveitarmos a promoção online)

+ $25 em portes para Portugal e $28 para Brasil

 2 diaspodemos visitar cerca de 80 atrações, tours e museus.
Sem comprar Passe Turístico:$32

$32

$25

$22

TOTAL: $64 + Doação sugerida de $47 = $111

Sempre válido.MET e American Museum of Natural History funcionam por doação sugerida.

Há descontos sénior, e para crianças em todas as atrações. Há descontos para estudantes no MET e no American Museum of Natural History

Atenção: Se quiserem pagar um valor inferior à doação sugerida, não poderão comprar o bilhete online.

4 – Conclusão: e agora, qual dos passes turísticos?

É tudo uma questão de preferências. Se estiverem preocupados apenas com o custo do passe, provavelmente o Go Card da Smart Destinations é a melhor opção em termos de passes turísticos. Principalmente se não visitarem muitas atrações. Se quiserem visitar um pouco mais e estiverem preocupados em fugir às filas nas bilheteiras, provavelmente o CityPASS é a melhor opção. Se quiserem ver TUDO e tiverem orçamento e energia para isso, escolham uma das opções do The New York Pass (no caso de Nova York) ou a opção All Inclusive da Smart Destinations para outras cidades norte-americanas.

E… voilà! Boas viagens!

Se gostaram do que leram e vos consegui dar algumas dicas sobre passes turísticos, sigam-me no Facebook e Instagram. Conheçam também o Roteiro de 5 dias em Nova York, o Roteiro de 3 dias em Chicago, o Roteiro de 2 dias em Boston, o Roteiro de 3 dias em Nova Orleães e o Roteiro de 2 dias em Washington DC.

Chamo-me Diana.Gosto de ler, gosto de escrever e tenho ganho o gosto de viajar. Decidi juntar as histórias acumuladas neste espaço e chamei-lhe Contramapa. Porque nas contracapas dos meus livros existe sempre um mapa, um sítio onde ir, um local a descobrir. Aqui podem conhecer as minhas histórias e viagens em livro aberto.

15 replies
  1. Beatriz Sousa
    Beatriz Sousa says:

    Boas dicas!

    Nós quando estivemos em NY compramos o NY Pass e levantamos numa loja e foi muito bom, como tu dizes visitamos muitooooooooooooos lugares. Isso em combinação com o GO New York Tours vimos em 4 dias o mesmo que sem o pass e sem o bus turistico teriamos visto em 10.
    E ainda tem a opção de se alugar bikes for free perto do Cental Park!
    Também tem a vantage de que não se perde temo a pensar será que este museu vale a pena? Gasto o meu dinheiro neste ou naquele? Dá para ir aos dois! E se não se gostar pode-se sair depois de ver a primeira sala sem ficar “com pena” de não ter escolhido o outro museu!

    Responder
    • Diana
      Diana says:

      É isso mesmo! Eu e o Zé acabámos por escolher o Go Card porque não queríamos ver assim tanta coisa (era mais os museus) e compensava muito em termos de preço 😀 Já voltávamos, né?

      Responder
  2. Eva Marcela
    Eva Marcela says:

    Quando visito um lugar, especialmente se vou ficar alguns dias e que tenho de circular pela cidade, procuro sempre avaliar se compensa adquirir os passes turísticos. Em geral, dão descontos em alguns locais e permitem evitar filas, o que é sempre uma grande vantagem.

    Responder
  3. Marlene Marques
    Marlene Marques says:

    Olá Diana! Este post é muito útil e vou guardar para futuras visitas!
    Quando comecei a ler pensava “mas qual o melhor”, mas a resposta veio logo a seguir. 😉
    A simulação é também super útil.
    Parabéns e obrigada pela partilha.

    Responder
  4. Margarida Nobre
    Margarida Nobre says:

    Muitas vezes a oferta é tanta que se torna difícil perceber qual o pass que traz mais vantagens… 🙂 … com um post com esta informação tão detalhada fica bastante mais fácil decidir qual comprar… 🙂 Obrigada pelas dicas!

    Responder
  5. Catarina
    Catarina says:

    É sempre bom saber que tipos de cartões desses existem! Eu costumo fazer as contas todas, e por vezes não compensa comprar esses passes porque tenho outros descontos – EYCA e ISIC – que fazem com que o preço final fique ainda mais barato. Mas é questão de organização: saber o que se quer ver, e fazer continhas 🙂

    Responder
    • Diana
      Diana says:

      Sim, fazer as continhas todas, até porque em NY existem alguns museus que funcionam por doação voluntária… Eu como já passo dos 26, já não tenho é borlas e descontos 🙂 Sou uma cota, pronto, o que se há-de fazer…!

      Responder

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.