,

Roteiro de 7 dias em São Tomé

Trago-vos hoje um roteiro de 7 dias em São Tomé, caso estejam a planear uma visita à ilha.O artigo tem também algumas dicas extra, caso queiram estender a vossa viagem para 10 ou 14 dias.

É um país cheio de contrastes: a descontracção e a pobreza são dois pólos que se atraem e se justificam mutuamente. Se não temos saída, para quê preocupar-nos? Porquê querer mais, se o que temos aqui nos faz feliz? Dissertações existenciais à parte, São Tomé e Príncipe é um país óptimo para visitar: desde a natureza selvagem e povo acolhedor à gastronomia africana.

Durante dois meses inteirinhos em 2011 estive em São Tomé e Príncipe em voluntariado (com a WACT), e já escrevi sobre a experiência em duas crónicas: Ilha Perdida no Equador e Leve, Levam-me. Espero que este roteiro em São Tomé vos ajude a organizar uma viagem até este país lindíssimo.

locations

Roteiro do Primeiro dia em São Tomé (cidade de São Tomé)

Manhã – Cidade de São Tomé

• Comecem o dia com uma visita pela fresquinho ao mercado da cidade (ou mercado municipal). É uma imersão intensa e ideal para uma experiência de “primeiro choque”. Há de tudo o que à gastronomia da ilha diz respeito: peixe, fruta, vegetais e barulho, muito barulho.

• Existe também na cidade um mercado apenas dedicado à fruta, em que no segundo andar existem bancas de tecido e roupas. Aqui podem escolher um dos vossos souvenirs da viagem e aproveitar para provar as frutas mais populares: mamão, jaca e maracujá.

• Depois dos sabores africanos, podem fazer uma visita à herança portuguesa através de um passeio costeiro pela Baía Ana Chaves até ao forte de São Sebastião (erguido a 1575). No forte, poderão entrar e visitar o Museu Nacional, que conta a história do país.

Tarde – Cidade de São Tomé

• Passem pela Praça 1 de Maio e visitem as drogarias e lojas de época. Vão enontrar sítios que pararam no tempo!

• A visita à associação CACAU é obrigatória. Funcionando de segunda-feira a sábado, das 08h00 às 20h00, o espaço tem exposições temporárias, lojas volantes de artesanato e actividades culturais a decorrer todos os meses. Vejam aqui a página para mais informação actualizada.

• Visitem a capela de Nossa Senhora do Bom Despacho. É um óptimo local para tirar fotografias com a cidade em plano de fundo, principalmente ao pôr-do-sol.

locations

Roteiro do Segundo dia em São Tomé (Roças Norte)

• Comecem a viagem logo pela manhã e façam o percurso até às roças mais a norte: Santa Catarina, Diogo Vaz e Fernão Dias.

• Almocem em Neves, a maior aldeia piscatória da ilha. Falem com os pescadores junto à praia e não de esqueçam de passar pelo marco de descobrimentos Anabom.

• Pela tarde visitem a roça Agostinho Neto (anteriormente denominada Rio d’Ouro), uma das mais emblemáticas da ilha. Numa ponta, existe o antigo hospital da roça; na outra ponta a antiga casa senhorial. Pelo meio encontram as antigas casas que albergavam os trabalhadores da roça de cacau. Esta roça chegou a ter 3.000 trabalhadores!

• Ao final do dia, e caso tenham tempo, façam um desvio para mergulharem numa das praias do norte de São Tomé: Lagoa Azul, Praia dos Tamarinhos, Praia do Governador ou Praia das Conchas.

locations

Roteiro do Terceiro dia em São Tomé (Roças Centro)

• Dediquem o dia às roças do centro de São Tomé, mais dedicadas ao café. Comecem pela roça Bombaim.

• Sigam caminho e passem pela cascata S. Nicolau para apreciarem uma das maiores (e mais acessíveis) quedas de água da ilha, a 20 metros de altitude.

• Sigam para a roça Monte Café e visitem o Museu do Café que lá existe. Aqui, podem aprender acerca dos processos de transformação do café, desde o cultivo, passando pela colheita e tratamento. No final, são brindados com uma prova de café.

• Mesmo ao lado da roça Monte Café, existe a roça Saudade. Neste local nasceu Almada Negreiros e, portanto, poderão visitar a Casa Museu Almada Negreiros. Além de promover a obra do autor, aqui também existe artesanato para venda e um espaço de restauração. Vejam aqui o vídeo da RTP.

• Ao final do dia vão à cidade de Trindade, onde podem descontrair ao jantar. Não se esqueçam de comer mangustão!

locations

Roteiro do Quarto dia em São Tomé (Roças Sul)

• Ao quarto dia, é altura de rumar às roças mais a sul. Comecem com a roça de Agua Izé, que chegou a funcionar quase como uma cidade. Em baixo situam-se a casa da administração, as oficinas, as serralharias, as carpintarias e os armazéns. Os dois hospitais estão instalados no topo da roça. Não se esqueçam de visitar a Boca do Inferno, a zona rochosa junto ao mar.

Ribeira Afonso é a roça que se segue, junto à Praia da Colónia Açoriana e à Praia do Morrão.

• Façam uma pausa e descansem na Praia Micondó.

São João de Angolares é uma roça ideal para uma pausa para almoço ou, quiçá, para uma estadia (é também uma pousada). A roça assume-se como um espaço cultural e é gerida por João Carlos Silva, anterior apresentador do programa Na Roça Com os Tachos. A roça tem um restaurante sobre a Baía Santa Cruz e há várias actividades que podem ser programadas: passeios de barco, caminhadas, workshops, cursos de história, etc. Entrem em contacto na página do Facebook se quiserem planear algumas das actividades.

locations

Roteiro do Quinto dia em São Tomé (Praias Sul)

• As praias do sul são as mais paradisíacas da ilha! Comecem pela Praia Grande e rumem a sul.

Praia Piscina, Jalé, Cabana e Inhame são as praias mais conhecidas. Desfrutem! Existem também alguns alojamentos por esta zona e pode ser planeado um par de dias de descanso aqui.

locations

Roteiro do Sexto e Sétimo dia em São Tomé (Ilhéu das Rolas)

• Se tiverem tempo (e orçamento!), vale a pena ir ao Ilhéu das Rolas. No ilhéu apenas existe o Hotel Pestana. Não existem outros restaurantes ou alojamentos na ilha, portanto a melhor opção é o pensão completa neste hotel.

• O ilhéu das Rolas é literalmente um resort (do grupo Pestana) localizado no centro do mundo, já que é atravessado pela linha do Equador. No resort, além de sopas e descanso, podem ser organizadas várias actividades: caminhadas, snorkeling, mergulho, observação de tartarugas, etc.

O ilhéu fica localizado a meia hora de barco de Porto Alegre, no sul da ilha de São Tomé.  Para uma opção mais em conta, existem pacotes de viagem que incluem alguns dias no Hotel Pestana do Ilhéu das Rolas. Nestes pacotes, a viagem, o alojamento e os transferes para o ilhéu das Rolas estão incluídos. Esta solução acaba por sair mais barata do que marcar hotel directamente no site do Hotel.

cutlery-set-of-eating-tools Onde Comer em São Tomé

Cidade de São Tomé:

Xico’s Café [refeições entre 4€ e 6€] – Praça da Amizade Entre os Povos (segunda a sábado das 5h30 às 21h30) – Refeições para gostos portugueses e são-tomenses: petiscos, saladas, hamburguers e massas.

Restaurante Papa Figo [refeições entre 4€ e 6€] – Refeições ocidentalizadas: pizzas, kebabs, hamburguers.

Sabor da Ilha [refeições entre 6€ e 9€] – Arroz de Polvo, Feijoada, Peixe na Grelha, Pastéis de Bacalhau.

Restaurante Dona Teté [refeições entre 6€ e 9€] – Bom peixe e bom ambiente! Peixe, polvo e choco grelhado. Tem esplanada cá fora e aqui convém fazer marcação!

Filomar [refeições entre 6€ e 9€] – Bom peixe grelhado e cozidos e uma óptima vista para a baía da praia Emília.

Sun Secreta [refeições entre 6€ e 9€] – Localizado atrás da EMAE (Empresa Municipal de Água e Energia), tem salgados, peixe grelhado e um bom ambiente.

Pastelaria Central – Para pequenos-almoços e almoços com sabor a Portugal.

Restaurante Porites [refeições entre 6€ e 9€]– Localizado logo a seguir à descida do hospital. Refeições de inspiração africana. Convém fazer reserva na página do Facebook.

Além destas opções, existe o Parque Popular, que tem várias “tasquinhas” com saborosos pratos de peixe, polvo e choco grelhados, cozidos e estufados. Aqui o preço médio é bem mais baixo, dificilmente pagarão mais do que 5€ por refeição e estarão rodeados de locais!

Pela ilha de São Tomé…

O Celvas [refeições a partir de 6€]– Este restaurante fica em Guadalupe, vila a caminho de Agostinho Neto. É gerido por uma família são-tomense e tem também uma pousada. Aqui poderão provar algumas das especialidades são-tomenses, como o famoso calulu.

O Mionga (do Nelito) [refeições a partir de 6€] –  Depois de trabalhar 3 anos no restaurante do Hotel Pestana do ilhéu das Rolas e outros 3 no restaurante da Roça de São João dos Angolares, o Nelito criou o seu próprio restaurante: o Mionga, que fica localizado em São João de Angolares.

Mucumbli: Localizado em Ponta Figo, no distrito de Neves, o Mucumbli é um eco resort com um restaurante numa varanda virada para o mar e com um serviço de elevada qualidade.

O Santola [refeições entre 4€ e 6€]: Localizado em Neves (Neves), numa zona pobre e numa estrada de alcatrão. Há muita santola (lá está), mas também peixe frito, banana frita e outras iguarias são-tomenses e estarão num ambiente muito descontraído e com locais. O restaurante não tem website, mas é muito conhecido. Se forem a Neves, qualquer pessoa saber-vos-á indicar o caminho.

drink-glass-with-ice-cubes-and-straw

Onde Beber um copo em São Tomé (cidade)

O Pico Mocambo – Na Avenida Amílcar Cabral fica uma antiga casa colonial transformada num bar com jardins e esplanada. A especialidade é o rum artesanal, produzido pelo dono do bar, um guineense que ganhou raízes em São Tomé.

Restaurante-Discoteca Pirata: Este restaurante às quinta-feiras à noite transforma-se em discoteca. É um bocadinho high end e tem uma varanda com uma grande vista sobre o mar.

Envy Bar – Localizado em frente à Cooperação Portuguesa, o Envy Bar está localizado na Rua Pascoal Amado. Aqui ouve-se música electrónica e não tanto kizomba!

Leve.me Store – Começou por ser uma loja de t-shirts, é agora também um bar com música ao vivo.

 

accomodation

Onde Ficar em São Tomé

São Tomé

Hotel Pestana São Tomé – $$$$ – Todos os confortos que podem ser adquiridos em São Tomé estão provavelmente aqui. Existem quartos duplos a partir de 150 euros. Tem uma vista incrível para a Baía Ana Chaves e fica no centro da cidade de São Tomé.

Hotel Miramar $$$ – Também do Grupo Pestana, fica também junto à Baía Ana Chaves e é um hotel histórico na cidade, com instalações um pouco mais antigas. Existem quartos duplos a partir de 100 euros.

Cocoa Hotel Residence – $$ – Uma óptima relação preço/qualidade, com quartos renovados e ar condicionado nos quartos. A partir de 50 euros por quarto duplo.

Sweet Guest House – $$ – Aspecto descontraído com mobília de madeira. Fica a dois minutos da cidade de São Tomé e existem quartos duplos a partir de 40 euros.

Pela ilha de São Tomé…

Pestana Ilhéu das Rolas – $$$$$– O paraíso na linha do equador. Num destino remoto, é reservado e tem acesso directo à praia. Os quartos são a partir de 200 euros por noite por quarto duplo.

Roça São João Angolares – $$ – A pousada & restaurante & roça do João Carlos Silva da Roça com os Tachos é uma óptima opção para quem vá para sul. A comida é óptima, e é um excelente sítio para relaxar e aproveitar a vista da varanda. Preços a partir de 50 euros por quarto duplo, mas terão de entrar em contacto por e-mail com a pousada (ita.lpcarvalho@gmail.com).

Casa Ondas Dividas – $$$$- A poucos quilómetros da cidade de São Tomé, em Santana, ficam umas villas luxuosas com todo o conforto e viradas para o mar. Preços a partir de 170 euros por quarto duplo.

Mucumbli – $$$ – Em Ponta Figo, fica um eco resort virado para o mar. Acolhedor e com especial dedicação à natureza, oferece quartos duplos a partir de 60 euros.

Hotel Praia Inhame – $$$ – Localizado em Porto Alegre, no sul da ilha, este eco resort oferece várias actividades aos visitantes, como mergulho, passeios de barco e caminhadas. Preços por quarto duplo a partir de 80.

• Ecolodge Jalé – $$ – Localizado em Porto Alegre, é uma opção mais em conta para quem quer relaxar junto à praia e aproveitar o Leve Leve são-tomense.

Me-Zochi Resort – $$ – Localizado Trindade, é uma opção em conta para no interior da ilha.

 

warning-sign-on-a-triangular-background
A não perder em São Tomé…

• Em São Tomé podem ser feitos vários percursos de trekking. O mais desafiador é a caminhada de 2 dias até ao Pico de São Tomé. São dois dias de subida e descida muito íngreme, com alojamento numa cabana. Para os mais corajosos!

• A Bienal de São Tomé e Príncipe acontecerá de novo em 2016. E é um evento a acompanhar a cada dois anos.

• Caso tenham uns dias extra, não deixem de visitar a ilha do Príncipe. Poderão ficar por exemplo na Roça Belmonte ou Bom Bom Resort. Existem voos para o Príncipe de São Tomé e em breve será possível ir de barco.

• Se gostam de mergulho, São Tomé é um sítio ideal. Poderão marcar na Costa Norte.

• Não deixem de ver o espectáculo que é a desova das tartarugas entre Setembro e Abril. Existem vários hóteis que organizam excursões para esta actividade (como o Ecolodge da Jalé) e também a Associação Marapa.

 

plane

Transportes em São Tomé / Como Deslocar em São Tomé

Para chegar e partir de São Tomé:

• De Lisboa, existem voos regulares da TAP, com escala em Accra (Gana) para abastecimento (domingo, terça e quinta). A STP Airways tem voos directos ao sábado para São Tomé.

Dentro da ilha de São Tomé:

Alugar carro é uma das melhores opções para os mais independentes. Podem alugar aqui.

• Poderão encontrar um guia que vos acompanhe nos passeios. Por exemplo, o Cau pode acompanhar-vos. Existem grupos de excursões mais organizados como o Grupo das Montanhas Aventura sem Limites ou as Gold Tours.

• Dentro de São Tomé e para povoações mais próximas, poderão ir de Táxi, Mota ou de Hiace (Toyotas Hiace que funcionam de mini-bus entre as povoações). Existem Hiaces que vão para Santana, Neves e Guadalupe, por exemplo.

São Tomé é uma ilha pequena mas com muito para explorar. Ainda é pouco aberta ao turismo, o que a torna ideal para aventureiros, especialmente porque é um país extremamente seguro para estrangeiros. Não o digo apenas eu, mas também a Rita Esteves (que fez voluntariado comigo e voltou lá imensas vezes) e o Nuno Valente Santos (que vive em São Tomé), que me ajudaram a escrever este artigo. Muito obrigada!

Ajudei-vos a planear a vossa próxima viagem com o roteiro de 7 dias em São Tomé? Se gostaram do que leram e vos consegui dar algumas dicas, ajudem a crescer o Contramapa e partilhem o artigo. Podem também seguir no Facebook, Instagram e Twitter. Têm outras dicas ou dúvidas? Deixem nos comentários ou escrevam para geral@contramapa.com

Boa viagem!

Chamo-me Diana.Gosto de ler, gosto de escrever e tenho ganho o gosto de viajar. Decidi juntar as histórias acumuladas neste espaço e chamei-lhe Contramapa. Porque nas contracapas dos meus livros existe sempre um mapa, um sítio onde ir, um local a descobrir. Aqui podem conhecer as minhas histórias e viagens em livro aberto.

Novidades, dicas de viagem e promoções diretamente na tua caixa de entrada. Introduz o teu e-mail para saber tudo em primeira mão.

CONTRAMAPA

19 comentários
  1. Catarina
    Catarina says:

    Tenho um desejo enorme de conhecer África, e sem dúvida que São Tomé e Príncipe está na minha lista. Com esta tua mensagem, fiquei ainda com mais vontade de me aventurar por terras africanas…

    Responder
    • Diana
      Diana says:

      É uma grande experiencia! Especialmente se for em voluntariado e tiveres a oportunidade de ficar por um longo período! 🙂 Se precisares de ajuda a organizar algum dia, diz!

      Responder
  2. pedrol
    pedrol says:

    Diana, obrigado pelas dicas! Estou com desejos de conhecer África e São Tomé parece-me uma escolha óbvia 🙂 agora com este artigo já tive uma ideia do que ver e fazer! PedroL

    Responder
  3. halfway2happiness
    halfway2happiness says:

    Olá Diana,
    Cheguei ao blog há muito pouco tempo, precisamente por buscas de artigos de São Tomé!
    Super útil e a usar no curto prazo.
    Se precisar de mais dicas, vou tomar a liberdade de lhe pedir:)
    Obrigada.
    Filipa

    Responder
  4. Ana Matias
    Ana Matias says:

    Olá Diana,
    O meu nome é Ana e vou viajar para São tomé sozinha em outubro. Gostei muito das tuas dicas mas gostava de falar um pouco mais contigo já que não conheço nada da ilha e o facto de ir sozinha me faz querer estar o mais bem informada possivel. Achas que dá? O meu email é anacpmatias@gmail.com e se puderes envia-me um email para te poder contactar.

    Beijinhos!

    Responder
    • contramapa
      contramapa says:

      Olá Ana, posso-te enviar um e-mail, mas se tiveres alguma dúvida em específico coloca aqui. Assim, podemos ajudar mais viajantes!
      Obrigada 🙂

      Responder

Deixa um comentário

Gostaste do artigo?
Tens dicas para partilhar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.