Um roteiro de 4 dias em Edimburgo é o ideal para ficar a conhecer a capital escocesa, uma cidade repleta de história e recantos pitorescos a serem descobertos. Estive por lá 4 dias na minha última viagem ao Reino Unido e deixo-vos aqui o meu roteiro de 4 dias em Edimburgo, caso estejam a planear uma viagem até lá.

roteiro 4 dias em edimburgo

Roteiro do Primeiro dia em Edimburgo

Manhã em torno do Palácio de Holyroodhouse 

  • Comecem o dia no Museu de Edimburgo, de entrada gratuita. É uma ótima forma de entrar na cidade e conhecer um pouco da sua história. É um museu grande, com diversas salas e exposições, e a parte da história vale muito a pena para quem quer compreender a cidade. Guardem pelo menos 1 hora para esta visita.
  • Depois deste museu, continuem a descer a Royal Mile, passando pelo Canongate Kirk, uma bela igreja presbiteriana, e pelo Parlamento Escocês, fundado em 1999 e um marco da política escocesa.
  • No final da rua, vão encontrar o Palácio de Holyroodhouse, o ex libris de Edimburgo. Esta é a residência oficial da família real quando se encontra na Escócia e aqui aconteceram muitos episódios da história da Escócia. Os bilhetes para entrar custam cerca de 18 euros e a visita demora cerca de 2 horas.

Tarde em Arthur’s Seat

  • Junto ao Palácio de Holyroodhouse inicia-se a caminhada até Arthur’s Seat, o ponto mais alto do Holyrood Park, de onde se pode ver toda a cidade e um pouco mais além. O caminho íngreme custa a subir, mas a panorâmica é compensadora. No total, o passeio demora cerca de 2 horas.

Roteiro do Segundo dia em Edimburgo

Manhã no Castelo de Edimburgo

  • Subam ao Castelo de Edimburgo e mergulhem em mais episódios da história escocesa. O custo de entrada no castelo é de cerca de 20 euros e a visita demora cerca de 2 horas.
  • À saída, passeiem pelos Princes Street Gardens, jardins criados no século XVIII depois da drenagem do lago Nor e da construção da New Town.

Tarde na Royal Mile

  • Da parte da tarde, caminhem até à parte antiga da Royal Mile, no seguimento do castelo, onde vão encontrar dezenas de closes, pequenas ruelas medievais que frequentemente começam num túnel. Levem tempo a explorar os becos e as pequenas lojas desta rua.
  • Passem pela Victoria Street, a rua que serviu de inspiração à Diagon Alley da J. K. Rowling. Para os aficionados do mundo de Harry Potter, há ainda a Potter Trail, uma tour gratuita, em que cada um pode contribuir com o que desejar.
  • Na Royal Mile entrem ainda na Catedral de St. Giles, o epicentro religioso da Escócia há mais de 900 anos.
  • Para miúdos e graúdos, a Camera Obscura é uma atração didática e divertida. A entrada custa cerca de 18 euros.
  • Apenas para os graúdos, existe a Scotch Whiskey Experience, onde podem aprender e saborear o whiskey de Edimburgo. A prova mais em conta custa cerca de 30 euros e inclui uma tour pela destilaria e a prova de 4 whiskeys.
  • Depois do sol se pôr, continuem na Royal Mile e arrisquem-se numa Ghost Tour, que vos levará ao locais mais assustadores da cidade e aos segredos medievais mais grotescos.

Roteiro do Terceiro dia em Edimburgo

Manhã em Chambers Street

  • Comecem o terceiro dia do roteiro de Edimburgo a conhecer o cão mais famoso do Reino Unido: Greyfriars Bobby, que passou 14 anos a velar a campa do seu dono.
  • Depois de passarem pela estátua, entrem no cemitério de Greyfriars, onde se encontram muitos ilustres da cidade, incluindo a campa de Tom Riddle, que inspirou J. K. Rowling na criação de Lord Voldemort.
  • De seguida, entrem no Museu Nacional da Escócia, de entrada gratuita. Este edifício imponente e megalómano alberga várias coleções: história natural, arte antiga, decoração, moda, entre outras. Cada piso é um novo museu e seria necessário mais do que um dia para percorrer tudo, portanto escolham aquilo que mais vos interessa. Contudo, não se esqueçam de ir ao terraço para mais uma vista sobre a cidade.
  • Se ainda tiverem tempo durante a manhã, visitem o caricato Surgeon’s Hall Museum, que fica situado mesmo ao lado. A entrada custa cerca de 9 euros.

Tarde em New Town

  • Da parte da tarde, passem para o outro lado da cidade, e comecem a explorar a New Town, o bairro da cidade neo-clássico construído no século XVIII e que contrasta com as ruas medievais do centro histórico.
  • Passem pelo Scott Monument, que marca a passagem para a New Town e percorram as lojas modernas de Prince Street e a Charlotte Square.
  • É também nesta parte da cidade que aos sábados de manhã decorre o Farmers’ Market.
  • Ao final do dia subam a Calton Hill para mais uma panorâmica sobre a cidade e para conhecerem o Nelson Monument e o National Monument.

Roteiro do Quarto dia em Edimburgo

Manhã em Dean Village

  • Comecem o quarto dia de roteiro em Edimburgo na Dean Village, uma zona pitoresca da cidade banhada pelo Water of Leith, o rio principal da região.
  • Continuem o passeio pelos Royal Botanic Garden, com mais de 100.000 espécies e 10 casas de estufa. O acesso aos jardins é gratuito, e o acesso às casas de estufa custa cerca de 8 euros.
  • Ao lado, explorem também o Inverleith Park, uma grande área verde onde os escoceses praticam desporto ao ar livre.

Tarde em Leith 

  • Da parte da tarde, sigam para Leith, junto ao porto da cidade. Há um percurso bonito junto ao rio e, no centro comercial, vão encontrar o acesso ao Royal Yacht Britania, o antigo iate da família real que esteve ao seu serviço de 1954 a 1997, durante os quais fez um milhão de milhas náuticas. Os bilhetes custam cerca de 18 euros.

roteiro 4 dias edimburgo

Roteiro de 4 dias em Edimburgo – Onde Comer

  • Kilderkin – $$ – Localizado junto a Holyroodhouse, este pub serve um pouco de tudo. Conhecidos por terem pizza a 1 libra à segunda-feira, por aqui experimentei uma refeição típica escocesa: haggis. Estava tudo ótimo!
  • Deacon Brodie’s Tavern – $$ – Localizado na Royal Mile, este é um dos pubs históricos mais conhecidos. Têm pequeno-almoço, almoço e jantar, com uma grande oferta de hambúrguers, grelhados e fish & chips.
  • The Cellar Door – $$$ – Por aqui vão poder experimentar uma refeição típica escocesa mais sofisticada. É o sítio ideal para experimentar um haggis ou uma posta de bacalhau fresco. Fica localizado junto a Greyfriars.
  • Maki & Ramen – $$ Não é, de todo, a coisa mais típica de Edimburgo, mas fiquei surpreendida pela qualidade e preço deste ramen. Os restaurantes foram criados por um escocês que se apaixonou pela cozinha nipónica e já existem 4 na cidade.
  • The Compass Bar – $$ Localizado em Leith, é um restaurante informal com muito bom ambiente. O melhor de tudo, é que a comida era ótima. Optei por fish & chips.
  • The Milkman – $$ – Se sentirem falta de bom café e de um bom bolo, podem matar aqui as saudades, neste café acolhedor. Fica localizado junto à estação de comboios.

Roteiro de 4 dias em Edimburgo – Onde Beber um copo

Existem muitos pubs em Edimburgo. Aqui ficam as minhas recomendações sobre os locais que conheci:

  • Jolly Judge – $$ – Este pequeno pub fica junto à Royal Mile. De aspeto tradicional e localizado numa cave, é pequeno e acolhedor. Desçam as escadas, confiem e peçam um hot whiskey.
  • The Pear Tree – $$ – Este bar é dedicado a estudantes, o que significa que há comida e bebida barata. É um espaço grande com um grande salão, onde podemos relaxar num dos grandes sofás. Tem também uma esplanada no exterior. A Counting House faz também parte deste espaço, onde há semanalmente festas e concertos.

Roteiro de 4 dias em Edimburgo – Onde Ficar

Edimburgo é uma cidade pequena e grande parte pode ser explorada a pé, sem necessidade de utilização de transportes públicos. A zona do centro histórico (junto à Royal Mile), e da New Town são os melhores locais para ficar alojado. Ficam aqui algumas opções:

  • Haystack Hostel – Este hostel moderno fica localizado na Princes Street, no início na New Town e tem uma localização excelente. Uma noite numa camarata (dormitório) para 1 pessoa custa a partir de 17 euros.
  • Edinburgh Central Rooms – Também localizado na New Town, esta é uma excelente opção para um quarto duplo, que custa a partir de 51 euros.
  • Cityroomz Edinburgh – Moderno e mais espaçoso, estes quartos ficam localizados na New Town. Há várias opções, para casais e grupos maiores, com diferentes níveis de conforto. Um quarto duplo custa a partir de 83 euros.
  • No. 11 Boutique Hotel – Fiquei ligeiramente mais afastado do centro, mas compensa em conforto. Uma noite num quarto duplo custa a partir de 99 euros.

Transportes em Edimburgo / Como Deslocar em Edimburgo

Para chegar e partir de Edimburgo

  • Existem voos diretos de Lisboa para Edimburgo pela Ryanair e pela Easyjet. A TAP voa também para Edimburgo desde Lisboa, mas faz escala em Londres. Se comprados com a devida antecedência, um voo de ida e volta poderá custar menos de 70 euros.
  • Existem também voos diretos a partir do Porto e de Faro pela Ryanair.
  • Para chegar do aeroporto de Edimburgo ao centro da cidade, é muito fácil: há autocarros diretos e tram. O tram passa a cada 10 minutos: o primeiro sai do aeroporto às 6h18 e o último às 22h48. O bilhete de ida e volta do aeroporto custa cerca de 10 euros.
  • De outros pontos do Reino Unido até Edimburgo é fácil chegar de comboio ou de autocarro (com a Megabus, por exemplo). De Londres, o comboio custa a partir de 60 euros e demora 4h45m. De Megabus, a viagem é muito mais barata (cerca de 20 euros), mas muito mais demorada (9h25m).

Dentro de Edimburgo

  • Edimburgo é uma cidade pequena e é fácil percorrer os principais pontos a pé. Existe apenas uma linha de tram que vai desde o aeroporto ao final da New Town (mas que não passa no centro histórico). O bilhete custa cerca de 2 euros (não inclui a zona do aeroporto).
  • Além do tram, existe uma rede de autocarros locais, que é útil para chegar aos pontos mais fora da cidade, como é o caso de Leith. O sistema de autocarros está ligado ao Google Maps e basta colocar o nosso destino na aplicação para que o Google nos diga o melhor percurso, que transporte apanhar e o horário.
  • Cada bilhete de autocarro custa cerca de 2 euros. Como em todo o Reino Unido, em Edimburgo é preciso ter o dinheiro trocado para pagar ao motorista, porque não nos é dado troco.
  • O bilhete diário de transportes da cidade (que inclui autocarros e tram) custa cerca de 5 euros.

roteiro edimburgo

Ajudei-vos a planear a vossa próxima viagem com o roteiro de 4 dias em Edimburgo? Se gostaram do que leram e vos consegui dar algumas dicas, sigam-me no Facebook e Instagram. Têm outras dicas para o roteiro de Edimburgo? Deixem nos comentários.

Chamo-me Diana.Gosto de ler, gosto de escrever e tenho ganho o gosto de viajar. Decidi juntar as histórias acumuladas neste espaço e chamei-lhe Contramapa. Porque nas contracapas dos meus livros existe sempre um mapa, um sítio onde ir, um local a descobrir. Aqui podem conhecer as minhas histórias e viagens em livro aberto.

2 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.