,

Roteiro de 4 dias em Quioto

Um roteiro de 4 dias em Quioto poderá parecer curto para a longa história da cidade. Quioto é uma cidade milenar, tendo sido a capital do Japão do século VIII até ao século XIX. Mantém a aura de tempos idos, com mais de 1600 templos budistas e xintoístas, o palácio imperial e os inúmeros edifícios com séculos de existência.

Estive por lá 4 dias na minha última viagem ao Japão e deixo-vos aqui o meu roteiro de 4 dias em Quioto, caso estejam a planear uma viagem até lá.

roteiro 4 dias quioto

Roteiro do Primeiro dia em Quioto (Zona Este)

Manhã em Higashiyama 

  • Comecem o dia em Higashiyama com a visita ao Ginkaku-ji, o Templo de Prata, da seita budista zen (custo: 4€).
  • Depois, façam o “Caminho do Filósofo”, um percurso de pedra junto a um dos canais da cidade. Este caminho tornou-se popular por ser feito diariamente por um filósofo japonês, como forma de meditação. Inicia-se no Ginkaku-ji e tem aproximadamente 2 quilómetros, terminando no templo Nazen-ji.
  • Caminhem até ao Parque Maruyama para uma pausa, passando pelos inúmeros templos. O parque é um dos locais principais da cidade para apreciar a sakura, na primavera.

Tarde em Gion

  • O templo Kimyomizudera (3,20€) costuma ser um ponto obrigatório nesta zona, principalmente devido à iluminação que é feita ao final do dia na primavera e no outono. Contudo, há que ter em atenção que a fachada principal se encontra em restauração até 2020, o que faz com que perca algum do charme.
  • À saída do templo Kimyomizudera, existem muitas lojas pitorescas que podem ser visitadas. Desçam pelas escadas Sannenzaka para uma zona mais calma.
  • A caminho do bairro de Gion, façam uma pausa nalguns dos templos desta zona. Não precisam de entrar em todos, até porque a maioria cobra a entrada.
  • Para visita, os templos Kodai-ji (custo de entrada: 4,80€) e Kennin-ji (custo de entrada: 4€) destacam-se. O primeiro por dar acesso ao Museu Sho, o segundo por ser o templo zen budista mais antigo de Quioto.
  • A meio da tarde, entrem no bairro Gion para explorar o distrito Geisha. Aqui, há que destacar a rua principal, Hanamikoji, cheia de casas antigas e bem preservadas, com restaurantes, lojas e salões de chá. A zona junto ao canal Shirakawa também é bastante bonita e bem mais calma.

Roteiro do Segundo dia em Quioto (Zona Oeste e Fushimi)

Manhã em Arashiyama

  • Comecem o dia em Arashiyama e façam a viagem cénica no comboio de Sagano (custo de uma viagem: 5€), que faz o percurso ao longo do rio Hozugawa. É especialmente popular na altura na sakura (primavera) e da queda das folhas (outono). O regresso pode ser feito de comboio (viagem de 25 minutos), ou de barco (viagem de 2 horas, com um custo de 33€), num bilhete combinado que pode ser adquirido na estação de comboios.
  • Visitem o templo Tenryu-ji, o maior dos templos em Arashiyama. A visita ao tempo vale principalmente pela beleza dos jardins (custo: 4€), mas o interior também poderá ser visitado (2,40€).
  • Ao lado do templo fica uma das florestas de bamboo mais populares (e lotadas) no Japão.
  • Atravessem a ponte Togetsukyo, uma das referências desta zona de Quioto. Do outro lado, poderão visitar o Parque de Macacos Iwatayama (custo: 4,40€).

Tarde em Fushimi Inari

  • Da parte da tarde, a zona pode ser apreciada através de um passeio de bicicleta. Estas podem ser alugadas junto à estação de comboios por cerca de 8€ ao dia. De bicicleta, é mais fácil (e rápido) visitar ou passar pelos diversos templos, tais como Jojakko-ji (3,10€), Nisonin (3,90€), Gio-ji (2,30€) ou Adashino Nenbutsu-ji (3,90€).
  • Ao final da tarde, apanhem um transporte público para Fushimi Inari, do outro lado da cidade de Quioto. Com milhares de pórticos torii ao longo de 4 quilómetros, este é um dos locais mais lotados de Quioto, mas imprescindível num roteiro de Quioto. Ao final do dia há menos gente e à medida que subimos vamos encontrando cada vez menos gente.

Roteiro do Terceiro dia em Quioto (Zona Centro)

Manhã no Mercado e no Castelo de Nijo

  • Comecem a manhã no mercado de Nishiki. Há vários tipos de comida, e como abre às 9h00, pode ser o local ideal para tomar o pequeno-almoço.
  • De seguida rumem para um dos edifícios mais emblemáticos de Quito: o Castelo de Nijo (4,70€). Construído em 1603, foi palco de dois grandes momentos da história do Japão: a ascensão e a queda do shogunato Tokugawa.

Tarde no Museu da Manga ou Comboios e Jardins Imperiais

  • Caso sejam fãs, visitem o Museu Internacional da Manga (6,20€). Aqui vão poder encontrar vários livros em inglês.
  • Em alternativa, poderão visitar o Museu dos Comboios (9,30€), já que o Japão é conhecido por ter a tecnologia mais avançada neste meio de transporte.
  • Reservem o final tarde para o Palácio Imperial de Quioto, residência oficial da família imperial japonesa até 1868. Não se pode entrar nos edifícios do palácio, mas os jardins podem ser visitados.

Roteiro do Quarto dia em Quioto (Zona Norte)

Manhã numa aula de meditação

  • O norte de Quioto é conhecido pelos múltiplos templos. Aqui, poderão começar o dia com uma experiência diferente: uma aula de meditação zen, instruída por um monge budista. No templo Shunkoin, há aulas praticamente todos os dias (19,40€), e a experiência inclui a aula, uma sessão de chá e a tour pelo templo. Não é necessário reservar.
  • Visitem o templo Ninnaji (3,90€), património mundial da UNESCO, que chegou a ser residência imperial.

Tarde nos templos do norte de Quioto

  • Comecem a tarde com a visita ao templo zen Ryoanji (3,90€), património mundial da UNESCO, que tem o jardim de pedras mais popular do Japão.
  • Sigam para o templo Kinkakuji (3,10€), conhecido pelo seu Pavilhão Dourado. Este é também um dos locais mais icónicos de Quioto.
  • Finalmente o Daitokuji alberga vários templos zen, com diferentes estilos e arquiteturas.

roteiro de 4 dias em Quioto

Roteiro de 4 dias em Quioto – Onde Comer

  • Kikyo Sushi – $$ – Excelente sushi e uma ótima recepção pelo Mitsuru, que fala muito bem inglês. Este é um restaurante familiar de sushi: a excelente tempura é feita pela mãe, o sushi preparado pelo pai, o filho Mitsuru é especialista em sake. O sushi no Japão é uma refeição cara, mas aqui há um menu bastante em conta para o almoço! Fica em 43 Daimonjicho (Aburanokoji) Nakagyo-ku, junto ao Castelo de Nijo. Contudo, a melhor forma de encontrar o restaurante é colocar Kikyo Sushi no Google Maps. Na página de Facebook têm também o Menu a la Carte e o contacto do restaurante.
  • Ichiran Kyoto Kawaramachi – $ – O Ichiran é uma cadeia de restaurantes de ramen no Japão, de muito fácil orientação para estrangeiros. Há menus em inglês e basta selecionar no bloco de notas todas as variáveis do nosso ramen: tipo de massa, ingredientes, nível do picante e extras. É ideal para quem acabou de aterrar em terras nipónicas, muito em conta e saboroso. Eficiência japonesa ao máximo! Fica em 598 Uraderacho Higashiiru Takoyakushidori Nakagyo-ku. Mais uma vez, a forma mais fácil, é procurar por Ichiran no Google Maps.
  • Ramen Sem No Kaze – $ – Localizado no bairro de Gion, o Ramen Sem No Kaze é um restaurante de ramen familiar e acolhedor. Tem grande afluência, mas normalmente a fila anda depressa. O ramen é, claro, a especialidade da casa, mas as gyozas não ficam atrás. Fica em 580 Nakanomachi, Sinkyogoku, Shijo-dori, mas a melhor forma de encontrá-lo é procurar pelo restaurante no Google Maps.

Roteiro de 4 dias em Quioto – Onde Beber um copo

A zona mais popular de Quioto para sair à noite é na Kiyamachi, uma rua de 1 quilómetro junto ao rio Kamo com vários bares e restaurantes. É aqui que se encontra o beco Pontocho, com bares e restaurantes mais pitorescos, tal como karaoke e casas de chá.

Por outro lado, Gion é o local mais tradicional para sair, onde existem várias casas de chá e é possível marcar um espectáculo com uma maiko ou geisha.

  • L’EscaMoteur Bar – $$ – Perto de Pontocho, há o L’EscaMoteur Bar, conhecido pelos coquetéis. Um bar acolhedor, com uma aura de steam punk de inspiração francesa. Fica em Kyoto-shi Saiseki-dori Shijo sagaru 138 banchi 9, Saitocho, Shimogyo Ward.

Roteiro de 4 dias em Quioto – Onde Ficar

  • Fairfield HouseO Japão é um país caro. Uma das opções mais em conta que encontrei em Quioto foi o Fairfield House, e fiquei muito agradavelmente surpreendida. O hostel é pequeno e tem apenas um quarto, o que faz com que não haja muitas movimentações e barulho. As infraestruturas estão novas, é servido um pequeno-almoço muito simples e cada cama tem uma cortina e luz individual para manter a privacidade. Na altura, paguei 24€ por cama, por noite.
  • Para carteiras mais desafogadas, existem bastantes opcões em Quioto. À altura que escrevo, o Mitsui Garden Hotel Kyoto Sanjo e o Hotel Keihan Kyoto Grande apresentam as propostas com melhor relação qualidade preço, com 111€ e 126€, respetivamente, por quarto duplo por noite.
  • Para verem as opções completas, utilizem o Booking para a cidade de Quioto. É um website de elevada fiabilidade que utilizo sempre nas minhas viagens.

Transportes em Quioto / Como Deslocar em Quioto

Para chegar e partir de Quioto

  • Para chegar e partir de Quioto para outras cidades, o comboio é a opção mais utilizada pelos turistas, já é possível adquirir um passe de comboio para vários dias: o Japan Rail Pass (223€ para 7 dias, 355€ para 14 dias e 455€ para 21 dias). A maioria dos comboios e alguns outros transportes estão incluídos neste passe.
  • O comboio é o transporte por excelência no Japão: é confortável, muito rápido (às vezes mais do que um avião) e chega quase a todo o lado. Contudo se procuram uma solução mais económica, o autocarro poderá compensar, ou, mesmo, o avião.
  • Uma viagem de comboio bala de Tóquio a Quioto demora 2h20 e custa 100€ (sem o Japan Raill Pass). A viagem de autocarro demora cerca de 7h30, e custa a partir de 27€. Não existe aeroporto em Quioto, o mais próximo é o de Osaka.
  • Willer Express é uma das empresas mais conhecidas de autocarros de longa distância. O Japan Bus Online é uma plataforma agregadora onde se pode reservar autocarro em diferentes companhias.
  • Para o comboio, o Hyperdia tem todos os horários e preços atualizados dos comboios do Japão e é uma ferramenta mais do que indispensável no planeamento de uma viagem ao Japão.

Dentro de Quioto

  • Dentro de Quioto, há autocarros e comboios locais. Cada bilhete de autocarro custa 1,80€ e é a solução para as distâncias mais curtas. Para distâncias mais longas, os comboios locais e as duas linhas de metro compensam bastante. O Japan Rail Pass inclui estes comboios locais. Caso não tenham o passe, cada viagem dentro de Quioto custa cerca de 2€.
  • Em Quioto, nos autocarros entrase por trás e sai-se pela frente, quando é efetuado o pagamento. Podem também ser adquirido um cartão magnético recarregável para facilitar o pagamento.
  • Dado os diferentes horários dos transportes e a sua extrema pontualidade, a melhor forma que encontrei para me orientar em Quioto foi através da app do Google Maps. Como existe wi-fi em quase todo o lado, sempre que saia do hostel ou de qualquer outro local, colocava o trajeto no Google Maps e a app sugeria o transporte mais rápido naquele momento para o destino, informando também sobre o preço da viagem. Nunca falhou!
  • Os autocarros, comboios e o metro encerram por volta das 23h30.
  • Quioto é uma cidade muito plana e, por isso, há muitos locais e visitantes que preferem alugar uma bicicleta. Na Cycle Kyoto, existem várias empresas de aluguer listadas onde é possível alugar uma bicicleta por 1 dia a partir de 8,80€.

Ajudei-vos a planear a vossa próxima viagem com o roteiro de 4 dias em Quioto? Se gostaram do que leram e vos consegui dar algumas dicas, sigam-me no Facebook e Instagram. Têm outras dicas para o roteiro de Quioto? Deixem nos comentários.

Se quiserem saber mais sobre esta viagem, visitem o Roteiro de 3 semanas no Japão.

Boa viagem!

Chamo-me Diana.Gosto de ler, gosto de escrever e tenho ganho o gosto de viajar. Decidi juntar as histórias acumuladas neste espaço e chamei-lhe Contramapa. Porque nas contracapas dos meus livros existe sempre um mapa, um sítio onde ir, um local a descobrir. Aqui podem conhecer as minhas histórias e viagens em livro aberto.

Novidades, dicas de viagem e promoções diretamente na tua caixa de entrada. Introduz o teu e-mail para saber tudo em primeira mão.

CONTRAMAPA

5 comentários
  1. Paula
    Paula says:

    Quioto é meu sonho de consumo por causa dos templos. Eu estive no Japão mas infelizmente não pude visitar Quioto, e seu post me fez viajar até essa cidade maravilhosa! =)

    Responder

Deixa um comentário

Gostaste do artigo?
Tens dicas para partilhar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.